faceralis

 

usados

armindoArmindo Araújo terminou o Rali Vinho Madeira no terceiro posto do Campeonato de Portugal de Ralis, fruto do sétimo lugar da geral, e mantém a liderança da classificação geral, disputada a terceira das sete provas do calendário de 2020.

Num rali onde um problema no diferencial traseiro limitou a utilização do set-up ideal para conseguir um ritmo mais rápido, o piloto do Skoda Fabia R5 Evo, acabou por minimizar o prejuízo, alcançando um resultado importante para as contas do campeonato. "Não foi um rali nada fácil, mas ainda assim conseguimos um lugar no pódio que nos permite manter a liderança do campeonato, que era o nosso principal objetivo. Fizemos um excelente trabalho na preparação desde rali, mas um problema mecânico, desde o início, fez com que não pudéssemos usar a melhor

afinação no Skoda. Saímos daqui com a certeza que todos demos o máximo", começou por dizer.
Apesar da vantagem ter diminuído, Armindo Araújo e Luís Ramalho continuam na liderança do campeonato e estão já de olhos postos na próxima prova da temporada. "Percebemos qual foi o motivo que fez com que não tivéssemos conseguido andar mais próximo dos nossos adversários e sabemos que estaremos no Rali do Alto Tâmega na máxima força. Ainda faltam muitas provas estamos na frente do pelotão. É isso que pretendemos até ao final do campeonato, e é por isso que vamos lutar", disse ainda o piloto de Santo Tirso.

Não lhe é permitido comentar.