faceralis

 

usados

Mundial

Edit

Amount of short articles:

Amount of articles links:

You can order sections with dragging on list bellow:

  • Mundial
Guardar
Cancelar
Reset

ERC

Fafe e Açores no início

Image - Fafe e Açores no início

Ao disputar-se novamente no final de março, entre 25 e 27, a 55.ª edição do Azores Rallye é a primei

Quinta, 12 Novembro 2020 Comente

Eventos

Opel Corsa Rally4 já em

Image - Opel Corsa Rally4 já em

Com o novo Corsa Rally4, a Opel dá início a um novo capítulo de uma bem sucedida História da competi

Quinta, 12 Novembro 2020 Comente

Nacional

Fotos Rallye Südliche We

Image - Fotos Rallye Südliche We

Fotos: MARC HILGER (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)Evento: Rallye Südliche We

Segunda, 26 Fevereiro 2018 Comente

WRC

FIA e Pirelli lançam "FI

Image - FIA e Pirelli lançam

A Federação Internacional de Automóveis (FIA) apresentou a Pirelli como parceira de longa data para

Sexta, 9 Outubro 2020 Comente

Mundial

dia1acoresAo disputar-se novamente no final de março, entre 25 e 27, a 55.ª edição do Azores Rallye é a primeira prova de uma dupla ronda atlântica a efetuar pelos pilotos e equipas concorrentes à edição de 2021 do Campeonato FIA da Europa de Ralis, o FIA ERC. A prova açoriana, pela sua peculiaridade e espetacularidade, mantém o estatuto de prova âncora desse disputado campeonato que, em 2020, conheceu uma versão mais reduzida, mas que volta em força no já no início de março de 2021 com oito provas, distribuídas igualitariamente entre provas em terra e em asfalto, mas que dá particular aos custos envolvidos para as equipas.

Jean-Baptiste Ley, o coordenador do FIA ERC, disse: "para que a história de sucesso do ERC continue, é essencial que todo esforço seja feito para reduzir custos quando for prático e vantajoso fazê-lo. O calendário foi estruturado tendo em mente a acessibilidade. Portanto, estamos expectantes sobre o conceito de configuração de eventos emparelhados, ajudando a reduzir o custo de competição".

Com Portugal a receber as duas primeiras provas do calendário do próximo ano do FIA ERC, a seguir ao Azores Rallye, disputa-se o Rally Islas Canarias, sendo que, depois, o campeonato regressa a solo continental para a disputa das restantes jornadas.

Rui Moniz, presidente do Grupo Desportivo Comercial, organizador do Azores Rallye, afirma-se "muito satisfeito com a renovação do estatuto de prova âncora conferido pelo Eurosport Events ao maior evento desportivo açoriano, que, como dissemos, nunca esteve em causa para a próxima época do FIA ERC. A nossa prova é uma verdadeira montra dos Açores ao mundo". Continua o também presidente da Comissão Organizadora do Azores Rallye afirmando-se "muito confiante no desempenho de toda a organização e equipa técnica nesta missão que nos é confiada. Este rali esteve pronto por duas vezes, portanto os trabalhos estão adiantados para a edição de 2021, a 55.ª do Azores Rallye, queira a situação pandémica permitir a realização do evento", conclui Rui Moniz.

O Azores Rallye volta assim a centrar as atenções de milhares de espectadores e entusiastas do desporto motorizado de todo o mundo, com os Açores a evidenciarem-se de novo no panorama internacional da modalidade, e afirmando-se, uma vez mais, como o maior e mais importante veículo de projeção dos Açores no exterior e dinamizador da economia regional, ambos importantíssimos no contexto atual.

Este é o calendário aprovado para a edição de 2021 do Campeonato FIA da Europa de Ralis, o FIA ERC, sujeito a ratificação pelo Conselho Mundial da FIA
12 a 14 de março – Rally Serras de Fafe e Montelongo (Portugal, terra)
25 a 27 de março – Azores Rallye (Portugal – Açores, terra)
6 a 8 de maio – Rally Islas Canarias (Espanha - Canárias, asfalto)
18 a 20 de junho – 77th Rally Poland (Polónia, terra)
1 a 3 de julho –Rally Liepaja* (Letónia, terra)
23 a 25 de julho – Rally Di Roma Capitalle (Itália, asfalto)
27 a 29 de agosto – 50th Barum Czech Rally Zlin (República Checa, asfalto)
22 a 24 de outubro – Rally Hungary (Hungria, asfalto)
* sujeito a assinatura de acordo com o promotor do evento

Eventos suplentes:
Rally San Remo (Itália, asfalto), Cyprus Rally (Chipre, terra), SPA Rally (Bélgica, asfalto)

 

cosa1Com o novo Corsa Rally4, a Opel dá início a um novo capítulo de uma bem sucedida História da competição automóvel (VER FOTOS).

Corsa Rally4 foi projetado para clientes que pretendam disputar ralis de âmbito nacional e internacional, surgindo na esteira do ADAM R2, modelo com o qual a Opel conquistou quatro títulos europeus de ralis consecutivos da categoria júnior, entre 2015 e 2018. Desde a estreia, em 2014, o ADAM R2 obteve mais de 220 vitórias na sua classe, 530 pódios e 32 títulos em diversos campeonatos nacionais.

O Corsa Rally4 foi desenvolvido segundo o regulamento técnico da categoria "Rally4", a qual substitui a classe "R2". Em vez do motor 'atmosférico' de quatro cilindros que equipava o ADAM R2, o Corsa Rally4 recorre a um extremamente eficiente 1.2 Turbo, a gasolina, com três cilindros. Baseado no motor de produção em série, a versão de ralis conta com uma gestão eletrónica Magneti Marelli, alcançando a potência de 208 cv e 290 Nm de binário máximo. A tração é feita às rodas dianteiras, através de um diferencial autoblocante ajustável, de três vias, e uma caixa sequencial de cinco velocidades. Específica para ralis, a suspensão recorre a molas Eibach e amortecedores Öhlins, sendo totalmente ajustável.

Após vários meses de desenvolvimento, a Opel Motorsport e a PSA Motorsport realizaram, ao longo das últimas semanas, no sul da França, um conjunto adicional de testes, mais exigentes, com o Corsa Rally4. Durante cinco dias, as equipas da Opel e da PSA Motorsport completaram mais de mil quilómetros em estradas de terra e asfalto, sob diferentes condições. Os pilotos Yoann Bonato e Marijan Griebel, encarregados dos testes, ficaram impressionados com o desempenho da nova máquina de competição.

O piloto de testes da Opel Motorsport, Marijan Griebel, deu nota alta: «O Corsa Rally4 é muito fácil de pilotar, reage bem às alterações de afinações e dá imediatamente muita confiança. Com uma distância entre eixos mais longa, o Corsa é mais estável em curvas rápidas do que o ADAM R2, mantendo-se muito ágil. O motor sobrealimentado é ótimo, sentindo-se toda a sua força, especialmente em subidas. Graças ao binário mais elevado e a uma faixa de rotação muito mais ampla, o condutor tem de recorrer menos à caixa de velocidades do que num modelo 'atmosférico' equivalente. A tração também é muito boa. Em resumo, o Corsa Rally4 é um carro de ralis rápido e eficaz. Os testes foram muito produtivos.»

A homologação do Opel Corsa Rally4 está agendada para o próximo dia 1 de dezembro. A produção das unidades destinadas a clientes começa logo depois, abrindo-se as encomendas. «Os nossos clientes poderão contar com um carro de ralis rápido e fiável, à semelhança do ADAM R2», afirma o Diretor da Opel Motorsport, Jörg Schrott. «O Corsa Rally4 foi também desenvolvido levando em conta a necessidade de se obterem os menores custos de utilização possíveis, minimizando-se, assim, as necessidades orçamentais das equipas, e garantindo uma ótima relação preço/performance.» A Opel anunciará em breve o preço do Opel Corsa Rally4.

Numa fase posterior, o Corsa Rally4 irá representar o segundo nível de promoção conjunta entre a Opel e a ADAC na promoção de jovens talentos. A ação iniciar-se-á através da ADAC Opel e-Rally Cup, onde os melhores talentos poderão progredir para o ADAC Opel Rally Junior Team, acedendo ao "cockpit" de um Opel Corsa Rally4. Os pilotos poderão, depois, ambicionar aceder a um exigente programa internacional, no qual poderão continuar a estruturar a sua carreira e desenvolvimento enquanto pilotos.

corsa

hyundaiA Hyundai Motorsport Customer Racing revelou o i20 N Rally2, um novo carro de rali destinado a equipas privadas.

O novo carro segue-se ao Hyundai i20 R5 com o qual a Hyundai Motorsport entrou nos
ralis "cliente" no final de 2015. O i20 N Rally2 (que deixa de ter a designação R5) baseia-se na experiência adquirida pelo departamento de competição nos últimos cinco anos para entregar um pacote completo melhorado.

O carro é baseado na versão de estrada do novo i20 N, carro que apresenta um novo chassis, mantendo-se a caixa sequencial de cinco velocidades do i20 R5, mas quase tudo o resto é novo, incluindo o motor turboalimentado de 1.6 litros. Novos componentes de suspensão e amortecedores dão ao carro um melhor comportamento em todas as superfícies.

Um extenso programa de testes para o i20 N Rally2 começará no final deste mês, com as primeiras entregas para clientes e homologação final prevista para o verão de 2021.

Andrea Adamo, dureto da Hyundai disse: "O Hyundai i20 R5 foi o primeiro carro da Hyundai Motorsport Customer Racing e o novo i20 N Rally2 mostram o quão longe chegamos em cinco anos desde a fundação do departamento. Cada área do novo carro é uma melhoria em relação ao original graças ao trabalho de design realizado por nossa equipe dedicada de designers e engenheiros. O nosso foco agora está em testar o carro para desenvolver ainda mais cada aspecto do design e para melhorar o desempenho e fiabilidade, além de garantir que um excelente desempenho que permita a cada um dos nossos clientes obter os melhores resultados possíveis quando começarem a competir com o i20 N Rally2".

pirelliwrc20211A Federação Internacional de Automóveis (FIA) apresentou a Pirelli como parceira de longa data para a sua iniciativa de deteção de jovens talentos "FIA Rally Star". A proposta, que envolve federações nacionais de todo o mundo, surge com o objetivo de identificar talentos entre os 17 e os 26 anos, através de um processo de seleção em competições virtuais e de Slalom. Dos sete finalistas - nos quais terá de constar, no mínimo, uma mulher - quatro terão a oportunidade de competir no campeonato FIA Junior WRC. E se algum desses quatro representantes vencer a competição no período máximo de dois anos, a bolsa pode ser estendida por mais um ano completo na categoria WRC3.

O FIA Rally Star é mais um exemplo da preocupação da Pirelli em promover jovens pilotos. Não sendo por acaso que o atual campeão mundial, Ott Tänak, tenha dado o seu grande salto internacional há dez anos, graças ao programa Pirelli Star Driver. Este último e o WRC Academy têm sido dois dos melhores programas de apoio para jovens pilotos na história do rali, facto corroborado pela presença dos seus representantes como Elfyn Evans, Haydey Paddon, vencedora do rali da Argentina, Craig Breen, piloto da Hyundai, a campeã australiana Molly Taylor e a vencedora do campeonato de asfalto italiano, Andrea Crugnola, além do próprio Tänak.

A primeira etapa do FIA Rally Star está agendada para o início de 2021 com a fase de seleção, que será realizada através do videojogo oficial do evento, o WRC 9, e a celebração de competições seletivas de Slalom, à escala continental.

O Diretor de Ralis da FIA, Yves Matton, comentou a este respeito: "O envolvimento da Pirelli é especialmente importante, dada a ligação histórica da marca com o mundo do rali e o fornecimento exclusivo para o WRC e o JWRC. A marca vai, sem dúvida, colocar toda a sua experiência no projeto e é mais um trunfo fundamental do programa FIA Rally Star". Terenzio Testoni, responsável Pirelli pelas atividades de Rali, também não deixou de comentar: "Estamos felizes por renovar o nosso compromisso de longa data com os novos talentos e por trabalhar em estreita colaboração com a FIA. Este tipo de programas foi sempre importante na nossa história. Apoiar o futuro com projetos concretos é mais uma obrigação para quem está envolvido nesta maravilhosa disciplina".

 

fafe20ruiRALI FAFE MONTELONGO 2020

OUTUBRO 2020

FOTOS RALIS ONLINE (RUI FONSECA)