faceralis

 

ANUARIO123

CPR

teorvmA pausa foi grande, mas terminou. Ricardo Teodósio e José Teixeira, atuais segundos classificados do Campeonato de Portugal de Ralis, estão motivados para o Rali Vinho Madeira, um dos ralis mais desafiantes dos CPR 2021.

Depois da vitória na ronda inaugural da competição e de dois pódios nas provas subsequentes, a dupla algarvia confia que será possível regressar ao continente na liderança do Campeonato, após o Rali Vinho Madeira. "Claro que o nosso objetivo passa por sermos os melhores classificados entre os concorrentes do CPR. Sabemos que o Rali Vinho Madeira é um rali difícil e desafiante, onde podem surgir sempre imprevistos que nos podem colocar fora da luta pelos nossos objetivos. É por isso importante entrar focado e motivado, para evitar correr atrás do prejuízo", destacou o piloto algarvio antes de deixar umas palavras para o público madeirense: "Desejamos um bom resultado, mas também divertir o público que sempre tão bem nos acolhe."

Na bacquet do lado direito, José Teixeira tem um papel fundamental num rali como o "Vinho Madeira" e não se esconde da responsabilidade. "Para desafios difíceis como este só há uma solução: mostrar resiliência e vontade de vencer. Estes são os condimentos perfeitos para que as coisas nos possam correr bem e consigamos chegar ao próximo sábado com o nosso objetivo cumprido. Sabemos que lutar pela vitória à Geral será extremamente difícil, tendo em conta o conhecimento dos nossos adversários locais. Ainda assim vamos à luta, em busca do melhor resultado possível, que nos permita somar o máximo número de pontos para o Campeonato de Portugal."

meirelesA dupla Pedro Meireles/Mário Castro regressa já no próximo fim-de-semana à Madeira para competir na quarta ronda do Campeonato de Portugal de Ralis, o Rali Vinho da Madeira. Depois da presença pontual no Campeonato da Madeira de Ralis, no Rali do Marítimo – Município do Machico, que serviu de preparação para a prova principal, onde alcançou o quinto lugar à Geral, depois de problemas na eletrónica sentidos no Volkswagen Polo GTI R5, o piloto vimaranense mostra-se motivado para lutar pelos lugares cimeiros da classificação no RVM.

"Sabemos que não será um rali fácil, mas estamos muito confiantes que podemos lutar pelos lugares cimeiros da classificação. Fizemos uma boa preparação para esta prova, os problemas físicos que nos afastaram do Rali de Portugal estão ultrapassados e queremos mostrar na Madeira que ainda podem contar connosco na luta pelas vitórias no Campeonato de Portugal de Ralis", começou por afirmar um motivado Pedro Meireles, antes de deixar umas palavras para o público madeirense: "Vimos de uma participação positiva no Rali do Marítimo, onde observámos um comportamento exemplar do público madeirense, verdadeiramente apaixonado pelos ralis. Contamos com o vosso apoio e vamos dar tudo por tudo por dar o espetáculo que todos merecem!"

netoPaulo Neto está de regresso ao volante do Skoda Fabia R5 para a quarta jornada do Campeonato Portugal de Ralis, o Rali Vinho da Madeira, dias 5 a 7 de agosto.

Um evento que põe termo a um hiato de cerca de dois meses na competição e que o piloto aguarda com expectativa: "Vai ser sem dúvida desafiante, principalmente porque desde o Rali de Castelo Branco que não contabilizamos qualquer quilómetro. Neste sentido, temos agendado um teste para preparar da melhor forma este evento, com o objetivo de acumular quilómetros, ganhar ritmo e fazer os acertos necessários no set up."

Para o piloto, este é um desafio onde as escolhas de pneus assumem grande importância, devido às condições meteorológicas marcadas pela imprevisibilidade: "É uma característica da ilha. Neste rali é comum fazermos três troços seguidos em que o piso varia entre seco, meio seco e molhado. Por isso, acertar nos compostos a utilizar é tão decisivo quanto exigente."

Neste contexto, em termos de objetivos, Paulo Neto, que terá a seu lado o navegador Vítor Hugo, afirma: "É sempre difícil fazer previsões, mas gostávamos de rodar perto do top cinco. No entanto, e acima de tudo, queremos desfrutar de uma prova de que gosto muito, com troços rápidos e encadeados, bastante desafiantes do ponto de vista de condução, e com uma quilometragem superior à maioria dos eventos do nacional. Tudo isto, inserido numa belíssima paisagem natural que torna o rali único."

O Rali Vinho da Madeira é composto por 16 especiais e 159.30 quilómetros ao cronómetro. "A motivação é total e quero deixar um enorme agradecimento aos nossos parceiros por todo o apoio ao nosso projeto. Obrigado também à minha família, amigos e adeptos por estarem sempre connosco", finalizou Paulo Neto.

madeiralogo2021Inscritos Rali Vinho Madeira 2021, com apenas 13 inscritos para o Campeonato de Portugal de Ralis, num total de 5o equipas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

madeirainscritos21

yarisSeguindo o lema de Akio Toyoda, Presidente e CEO da Toyota Motor Corporation (TMC), a competição é a melhor forma para desenvolver melhores automóveis para a estrada. A Toyota Caetano Portugal em parceria com Toyota Espanha e o Motor & Sport Institute (MSi), vai lançar no próximo ano 2022 o melhor trofeu monomarca da Europa: TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup.

Esta nova competição da marca nipónica, cujas três primeiras temporadas estão confirmadas —2022, 2023 e 2024— e que terá uma excelente relação preço/desempenho, marcará o regresso da Toyota ao mundo dos trofeus e ralis promocionais como marca oficial.

E para isso, nada melhor do que ter o novo Toyota GR Yaris como protagonista, um dos modelos que mais expectativa tem gerado entre clientes, fãs e imprensa especializada nos últimos anos no mundo automóvel.

Com apenas pequenas alterações, ao modelo de série que qualquer cliente pode adquirir na Rede de Concessionários Toyota em Portugal, o GR Yaris vai competir em 2022 numa época composta por oito ralis, quatro em Espanha e quatro em Portugal. As inscrições estão abertas a partir de 16 de julho em ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ) para uma competição que irá atribuir mais de 250.000 Euros em prémios.

Usando como base o modelo de estrada, com uma carroçaria leve e rígida, um motor 1.6 litros Turbo, de três cilindros e o novo sistema GR-FOUR de tração às quatro rodas, para um peso de apenas 1.280 kg, os técnicos da MSi desenvolveram uma preparação específica que se focaliza principalmente na segurança.

Assim, os protagonistas da Taça Ibérica TOYOTA GAZOO Racing, contam com barras de segurança, extintores, suspensão Technoshock, LSD fabricados pela especialista Cusco, pneus de rali - asfalto e gravilha, entrada de ar no teto, peças internas de carbono, sistema de elevação e sistema de exaustão específico.

A Toyota Caetano Portugal e Toyota Espanha escolheram a MSi como parceiro técnico, por ser uma referência mundial em termos profissionais e o seu centro de desenvolvimento único, 100% ligado ao desporto motorizado em Espanha. Através da Universidade Francisco de Victoria, a MSi incentiva estudantes de engenharia industrial, apaixonados por tecnologia, a estudarem numa das melhores instalações da Europa.