faceralis

 

usados

CPR

teovidO Campeonato de Portugal de Ralis prossegue no próximo fim de semana com o Rali Vidreiro – Centro de Portugal, quinta prova da temporada. Depois de três pódios em quatro ralis, Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) querem voltar a lutar pela vitória no asfalto da Marinha Grande.

Ricardo Teodósio ocupa neste momento o terceiro lugar do Campeonato de Portugal de Ralis, depois de ter subido ao pódio nos ralis Fafe-Felgueiras, Castelo Branco e Alto Tâmega. O campeão nacional em título ruma agora ao Rali Vidreiro – Centro de Portugal apostado em regressar às vitórias, depois de ter ficado muito perto do triunfo neste rali em 2019.

"O Rali Vidreiro é uma prova que todos os pilotos da frente conhecem bem, já sabemos o que vamos encontrar", refere Ricardo Teodósio. "No ano passado corremos na Marinha Grande a recuperar de uma lesão, mas mesmo assim discutimos a vitória até ao último troço e ficámos a 0,6s de ganhar. Este ano quero mesmo ganhar, para nos aproximarmos da frente do campeonato. Não temos outra alternativa se não atacar", afirmou o piloto algarvio.

arminO Campeonato de Portugal de Ralis estará de regresso, já na próxima sexta feira, com a realização do Rali Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande, a antepenúltima prova do calendário de 2020, onde Armindo Araújo e Luís Ramalho procurarão recuperar a liderança da competição.

A dupla do Skoda Fabia R5 Evo parte para o rali organizado pelo CAMG com fortes aspirações e determinada em lutar pela vitória. "Estamos muito motivados para regressar ao ativo, praticamente um mês após a ultima prova, e focados em recuperar a liderança do campeonato. Estamos a entrar na fase mais decisiva do calendário e queremos sair da Marinha Grande de novo no primeiro lugar", afirma Armindo Araújo.

Ainda com muitos pontos em disputa e com três provas pela frente a dupla do Team Armindo Araújo/The Racing Factory depende exclusivamente de si para conseguir chegar ao título absoluto e tudo fará para o conseguir. "Sabemos que não precisamos de fazer grandes contas para conseguir chegar ao nosso principal objetivo e, por isso, vamos manter a mesma estratégia que até aqui e lutar pelo maior número de pontos possíveis em cada prova. Queremos vencer o Vidreiro e manter intactas as nossas aspirações", disse ainda o piloto tirsense.

O Rali Vidreiro Centro de Portugal – Marinha Grande tem início na sexta feira com a realização do Shakedown/Qualifying, estando agendadas para o dia de sábado as nove provas especiais de classificação.

danielDaniel Nunes e Nuno Mota Ribeiro vão estar presentes na próxima prova do Campeonato Portugal de Ralis, o Rali Vidreiro Centro de Portugal, que irá para a estrada nos dias 9 e 10 de Outubro de 2020. Aos comandos do Peugeot 208 R2 a dupla vai à Marinha Grande com intuito de vencer o Challenge R2&You e de conseguir andar nos lugares cimeiros da classificação, no que ao Campeonato Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes diz respeito.

"Após o Rali Alto Tâmega reunimos e analisamos vários cenários mas a decisão recaiu em nos mantermos aos comandos do nosso Peugeot 208 R2 no Rali Vidreiro pois lideramos o Challenge R2&You e, como está no regulamento da competição, esta será a última prova onde queremos vencer e festejar a conquista do Challenge R2&You", começou por referir o piloto Daniel Nunes.

"Quanto ao Campeonato Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes, vamos tentar andar nos lugares cimeiros da competição, o que será um enorme desafio tendo em conta as diferenças existentes entre o nosso Peugeot e os novos Rally4 mas como gostamos de desafios e nunca atiramos a toalha ao chão, vamos fazer de tudo para alcançarmos os nossos intentos", adiantou o piloto, que terá Nuno Mota Ribeiro na bacquet direita do Peugeot 208 R2.

vireirologo20Inscritos Rali Vidreiro 2020 (CPR). (click na lista)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

vidreiroinsc20

camposA próxima edição do Rali do Vidreiro, 5ª prova do Campeonato de Portugal de Ralis, vai contar com uma participação de peso, a do Ex. Campeão Nacional de Ralis, Miguel Campos que regressa assim à atividade, depois de algumas aparições em que guiou carros de segurança.

A viatura a utilizar é o Porsche 997 GT3, da categoria GTR, e no banco do lado direito vai estar um navegador bem conhecido, Rui Raimundo.

O piloto procura com esta participação, rodar o mais possível, por forma a ganhar ritmo de competição, pois nos horizontes está num futuro próximo, o regresso a tempo inteiro ao Campeonato. Sendo que por agora, tudo depende dos apoios que possam surgir, de modo a viabilizar o projeto.

Esta participação vem no seguimento da colaboração de Miguel Campos com a Paulcar Competição. Surgindo o convite de forma espontânea pelo responsável da equipa Paulo Carvalheiro.

De recordar as várias seções de testes em que o piloto tem participado com a equipa, e que têm permitido a evolução e fiabilidade dos dois Porsches que a equipa possui.

Miguel Campos deixa um agradecimento especial a todos os que de alguma forma estão a permitir este regresso, referindo que” é um prazer poder voltar a correr no campeonato nacional desta vez ao volante de um carro que nunca conduzi em prova, por ser de tração traseira. Correr de Porsche para mim significa muito, porque sempre foi dos meus carros favoritos desde criança. Sei que a nível competitivo não vou entrar com ambições de lutar pela vitória á geral nas vou fazer o meu melhor dentro da minha adaptação ao Porsche 997 GT3. Quero agradecer ao Paulo Carvalheiro e á Paulcar Competição pelo convite e aos meus amigos em especial a Famaconcret e a Epoca que contribuíram para que fosse possível o meu regresso à competição “.