faceralis

 

usados

CPR

mc2020testesFotos: Rui Fonseca (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)
Evento: Testes Miguel Correia / ARC (Aguiar da Beira)
Data: junho 2020
Site: www.ralisonline.net

 

 

hyundaiDepois da paragem forçada pela pandemia mundial de Covid-19, o Team Hyundai Portugal voltou esta terça-feira aos testes para preparar as restantes provas da época.

Bruno Magalhães, acompanhado pelo navegador Carlos Magalhães, esteve na zona Norte e elogiou o comportamento do Hyundai i20 R5. "Confesso que estava com bastantes saudades de pilotar o nosso Hyundai i20 R5", referiu o tricampeão nacional e vice-campeão da Europa.

"Foi uma paragem longa mas as sensações foram logo positivas, penso que fizemos um bom trabalho de afinação do i20. É muito bom estar de volta", concluiu Bruno Magalhães, que subiu ao pódio no arranque do CPR, em Fafe e Felgueiras.

Com a reformulação dos calendários nacionais e internacionais, o Team Hyundai Portugal viu-se confrontado com a sobreposição de datas entre provas do CPR e do Campeonato da Europa de Ralis, optando por abdicar do ERC para se concentrar no seu grande objetivo para 2020: reconquistar o título nacional.

"Infelizmente, no contexto atual e com a sobreposição de calendários, tivemos que fazer uma opção. O Rali Alto Tâmega, por exemplo, coincide com uma prova do Europeu, tornando inviável o nosso plano inicial. Como sempre dissemos, o nosso principal compromisso é para com o Campeonato Nacional e, portanto, decidimos concentrar todos os nossos esforços no CPR", afirmou Sérgio Ribeiro, CEO da Hyundai Portugal.

"Vamos todos voltar ao trabalho com a máxima motivação e empenho, para voltarmos a conquistar o título do CPR para a Hyundai", concluiu Sérgio Ribeiro.

Próximas provas do Campeonato de Portugal de Ralis 2020
4 e 5 de julho - Rali Castelo Branco
6 a 8 de agosto - Rali Vinho da Madeira
28 a 30 de agosto - Rali Alto Tâmega
19 e 20 de setembro - Azores Rallye
9 e 10 de outubro - Rali Vidreiro
13 a 15 de novembro - Rali Casinos do Algarve

RaliAltoTamegaO regresso do Rali Alto Tâmega ao Campeonato de Portugal de Ralis, ao fim de 28 anos, vai ocorrer no último fim de semana do mês de Agosto (28/29/30), sob a égide do CAMI Motorsport, uma semana antes da data inicialmente agendada (4/5/6 Setembro). Na sequência da pandemia da Covid-19, e devido ao reagendamento do Rali dos Açores para o segundo fim de semana de Setembro, foi imperioso, por questões de logística da prova insular, antecipar a data do rali transmontano.

O CAMI Motorsport recebeu com natural satisfação e regozijo a notícia de que a FPAK (Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting) pretende retomar as provas do seu calendário desportivo – Campeonatos de Portugal, Campeonatos Regionais e outros, nas suas variadas modalidades –, dando a conhecer, para o efeito, o Plano de Contingência das Competições que vigorará a partir de agora e até ao final de 2020.

"A equipa do CAMI está pronta e afinada para o regresso à atividade e é com natural expectativa que entra em contagem decrescente até ao momento de organizar aquela que será a sua segunda competição da temporada, o Rali Alto Tâmega. Nos últimos dois meses e meio não estivemos parados a 100 por cento, pois foi desenvolvido algum trabalho de planeamento, mas agora há que proceder aos ajustes necessários, e não serão poucos, face ao momento atual, para cumprir os procedimentos de segurança recomendados pela Direção Geral de Saúde e que integram o Plano de Contingência de Competições da FPAK", refere Nuno Loureiro, presidente do CAMI Motorsport.

Neste momento, e depois de a FPAK ter revelado, oficialmente, a sua intenção de "ativar" o regresso à atividade do desporto automóvel, resta apenas aguardar que a mesma entidade federativa, no seguimento dos contactos estabelecidos com clubes organizadores e pilotos, divulgue o novo calendário desportivo delineado até ao final da presente temporada.

HUGOABO Campeonato de Portugal de Ralis de 2020 vao ficar reduzido, para já a sete provas.

Uma já foi disputada, o Rali Serras de Fafe, enquanto o Rali de Portugal foi anulado para 2020, tal como o Rali de Mortágua e o Rali Terras da Aboboreira.

O regresso do CPR deverá acontecer em Julho,com Castelo Branco, enquanto o Rali dos Açores passa para setembro, mês em que se realizarão duas provas.

Desde julho até novembro, o CPR 2020 tem programadas provas todos os meses.

cprsete

CAMAHODIA1MAMenos classificativas, mas a garantia da passagem do RVM em toda a ilha da Madeira e medidas de compromisso que permitam aos aficionados madeirenses viverem o seu rali, fazem parte do programa já delineado pela Comissão Organizadora. Cerca de 160 quilómetros serão percorridos em 16 PECs, entre os dias 6 e 8 de agosto. As emblemáticas provas do Rosário, Palheiro Ferreiro/Terreiro da Luta, Boaventura e Santana, mantêm-se no itinerário.

Grande novidade é o Parque Fechado que este ano será montado o Cais 8, de forma a permitir aos adeptos do automobilismo um contacto visual com os carros, mas sempre no cumprimento das regras sanitárias que impõem um distanciamento físico entre as pessoas. Outra mudança relevante é a passagem de toda a estrutura do RVM – Secretariado, Comissão Organizadora, Colégio de Comissários Desportivos, Direção da Prova, Segurança e Centro de Tratamento de Resultados, para as instalações da Escola Secundária Horácio Bento de Gouveia, na Cruz de Carvalho.

.Verificações Técnicas, Parque de Assistências e a tenda de reabastecimentos, assim como a área dedicada aos meios de informação possuidores de credenciação junto do RVM, mantêm-se na Avenida Sá Carneiro e na Praça CR7. Este ano as verificações documentais passam a ser feitas na Praça CR7.

A manutenção do Pódio com a estrutura já conhecida em anteriores edições do rali, voltará a ser montada na Praça do Povo. A Comissão Organizadora do RVM 2020, está a trabalhar num plano de circulação e de acessos ao local, dando particular atenção às necessidades operacionais da comunicação social.

Pelas razões conhecidas, não será realizada a movimentada sessão de autógrafos com os pilotos, e a Especial de abertura do Rali na Avenida do Mar.

Nas próximas semanas serão revelados pelo Club Sports da Madeira em conferência de imprensa mais detalhes sobre as duas provas automobilísticas organizadas pelo clube.

Entretanto, acabam de ser acertadas as datas do Rali da Calheta, uma prova com grande importância para o desenvolvimento económico da zona Oeste da Madeira.

17 e 18 de Julho, com o primeiro dia, uma sexta-feira a ser dedicado à realização das verificações documentais e técnicas dos concorrentes. No segundo dia, sábado, a competição em duas secções num total de 199,21 quilómetros com 70,56 quilómetros a serem percorridos em 8 PECs. O secretariado e toda estrutura operacional do Rali da Calheta irão funcionar no quartel dos Bombeiros Municipais da Calheta e as assistências no Parque Empresarial da Calheta.