faceralis

 

anuario2020

Eventos

pedroÉ já esta semana que Pedro Antunes irá prosseguir o seu programa na Peugeot Rally Cup Ibérica, estando à partida de uma das provas mais conhecidas e mediáticas do Campeonato do Mundo de Ralis, o Rally Racc Catalunya – Costa Daurada!

Esta 5ª ronda da competição da Peugeot Portugal e Espanha será uma das mais aliciantes do ano, já que os exigentes pisos de terra serão novamente um dos principais adversários das quase 2 dezenas de equipas que estarão à partida da prova com os Peugeot 208 R2!

Pedro Antunes e Paulo Lopes não têm tido uma época abonada em sorte, mas têm sido sempre umas das equipas mais rápidas e uma das que já inscreveram o seu nome entre os vencedores nas 4 provas já disputadas!

A antepenúltima ronda do troféu é mais um desafio atrativo para o piloto de Torres Vedras até porque terá novamente a oportunidade de participar numa prova entre os melhores! Como adianta o piloto com o apoio da Mototorres, Agriloja, AgriPower, Encosta da Vila, Hell, Porão Velho, Xize, Sanus e GD Auto - "o Rally de Espanha é mais uma grande prova que terei a oportunidade de participar, pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis! Será um rali para ser encarado de uma maneira um pouco diferente porque já sabemos que vamos encontrar pisos muito duros durante a etapa de sexta-feira!

Em termos de ambições, o nosso objetivo mantém-se o mesmo das provas anteriores e como tem sido habitual vamos tentar lutar pelos lugares do pódio, o que não é tarefa fácil neste troféu com um nível competitivo elevadíssimo e com um grande número de candidatos à vitória!"

O rali vai para a estrada dia 25 com a especial de 'Barcelona'. Sexta-feira será o derradeiro dia da Peugeot Rally Cup Ibérica com uma dupla passagem em Gandesa, Pesells, e La Fontarella – Vibalba, num total de 795,11 kms dos quais 148,08 em troços cronometrados!

hugolpEstá em contagem decrescente o arranque da 54ª edição do Rallye Racc Catalunya – Costa Daurada, prova que será pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis e para a Peugeot Rallye Cup Ibérica que terá a sua 5ª e penúltima ronda da época!

A AMSport e a dupla - Hugo Lopes e Nuno Mota Ribeiro têm tudo apostos para este novo desafio, após bastante trabalho para deixar o Peugeot 208 R2 pronto para a prova em piso de terra!

No que diz respeito a ambições, o piloto de Viseu espera regressar ao bom ritmo já adquirido esta época, vingando a desistência prematura no Rallye Princesa de Astúrias, prova esta onde voltou a intrometer-se na luta pelos lugares do pódio!

Como adianta Hugo Lopes – "após o infortúnio ocorrido na última prova, o objetivo para o Rally de Espanha passa por superar rapidamente esse contratempo e voltarmos ao nível de competição que vínhamos evidenciando até aquela prova.
Por outro lado há que relembrar que desde maio que não conduzo em terra e isto aliado à dureza habitual de uma prova do Campeonato do Mundo de Ralis serão dificuldades que estamos cientes que iremos encontrar e que teremos que nos aplicar para amealhar mais um bom resultado para a classificação da Peugeot Rally Cup Ibérica!"

Os concorrentes da competição da Peugeot Portugal e Espanha apenas irão disputar os 2 primeiros dias de prova, arrancando já esta quinta-feira com a especial 'Barcelona'! Na sexta-feira, um dia extenso pela frente com mais 6 especiais em piso de terra que totalizam 148,08 kms ao cronómetro e 795.11 no percurso total de prova!

ricardoO jovem piloto da Prolama Ricardo Sousa regressa aos pisos de terra no Rali RACC Catalunha em Espanha. Acompanhado por Luis Marques voltam a integrar o pelotão da Peugeot Rally Cup Ibérico, que entra assim na sua fase decisiva. Trata-se de um Rali duro, que pertence ao calendário WRC e que vai disputar-se durante a primeira etapa em pisos de terra, com troços cronometrados que chegam aos 39 km. Divididos por 6 especiais e uma super-especial, nas ruas de Barcelona.

Ricardo Sousa e Luis Marques, estão apostados em somar pontos de forma a subir na tabela geral do Troféu, embora conscientes que este é o seu segundo rali de terra. De salientar que Ricardo Sousa é o melhor colocado entre os estreantes e está a poucos pontos do pódio do Troféu, por isso o jovem piloto referiu: "...vamos voltar aos pisos de terra, e vamos estar concentrados na nossa evolução neste tipo de piso. Depois do Rali de Portugal não voltamos a fazer ralis em terra, mas sinto que podemos ser competitivos neste tipo de piso. O nosso andamento nesse rali foi muito interessante e agora que estou mais à vontade com o 208, espero alcançar uma boa classificação para terminarmos no rali do Algarve este nosso primeiro ano com uma viatura desta categoria. Quero agradecer a todos os nossos Patrocinadores a possibilidade de chegar até aqui e a toda a equipa técnica da Prolama que tem tratado muito bem do nosso Peugeot ...", concluiu Ricardo Sousa

O Rali RACC Catalunha é a quinta prova do calendário do Peugeot Cup, ficando a faltar o Rali do algarve no próximo mês de novembro, altura em que vão fechar as contas do Peugeot Rally Cup Ibérico.

hugoHugo Lopes já tem confirmado a sua próxima prova além-fronteiras, voltando a estar à partida de uma prova do Campeonato do Mundo de Ralis, inserido na Peugeot Rallye Cup Ibérica!

O piloto de Viseu irá alinhar na 54ª edição do Rally Racc Catalunya – Costa Dourada, a 12ª e penúltima ronda do Campeonato do Mundo de Ralis inserido na Peugeot Rallye Cup Ibérica, competição monomarca que o jovem piloto centrou as suas ambições para esta época!

Como salienta Hugo Lopes – "fico muito satisfeito por em primeiro continuar o nosso projeto na competição da Peugeot Portugal e Espanha e também por voltar a ter a oportunidade de estar à partida de uma prova do Campeonato do Mundo de Ralis!

Será certamente um dos desafios mais aliciantes e exigentes que terei até hoje, mas vamos preparar minuciosamente esta prova para superar todas as exigências de uma prova deste cariz!"

Enquanto a sua equipa trabalha afincadamente no seu Peugeot 208 R2 para estar à partida do rali que irá para a estrada de 25 a 28 de outubro, Hugo Lopes aproveitou esta pequena pausa e esteve presente novamente no Motorshow Porto, um evento de referência no desporto motorizado e não só, alinhando com o espetacular Porsche 928 da AMSport!

O balanço foi novamente mais que produtivo até porque – "alinhamos com o intuito de nos divertir e dar espetáculo ao muito público que passa pela Exponor ao longo dos três dias do evento. É sempre uma experiência muito gratificante e essencialmente muito produtivo para todos os nossos parceiros pelo excelente feedback que conseguimos alcançar" - concluiu Hugo Lopes.

rphMiki Biasion e Stig Blomqvist em Lancia Delta Integrale e Audi Quattro regressam aos antigos troços do Rally de Portugal. Lousada estreia Especial e passagem por Fafe na edição deste ano.

A 13ª edição do Rally de Portugal Histórico, uma das mais exigentes provas de regularidade histórica da Europa, vai para a estrada entre 2 e 6 de outubro. Este ano, com nomes de peso: Miki Biasion e Stig Blomqvist ao volante de um Lancia Delta Integrale e de um Audi Quattro. Pilotos e máquinas que marcaram a história dos ralis e que regressam aos troços do Rally de Portugal dos anos 70 e 80.

A passagem noturna pelos troços de Sintra, a 5 de outubro, vai ser aberta por Miki Biasion, bi-Campeão do Mundo e vencedor de três edições do Rally de Portugal, e o Campeão do Mundo Stig Blomqvist que vão rodar aos comandos de um Lancia Delta e de um Audi Quattro, respetivamente. No dia seguinte, os dois pilotos alinham também no Slalom do Autódromo do Estoril perante os milhares de adeptos esperados naquele circuito.

Outra novidade desta edição é a especial de Lousada, onde se realiza a Prova de Regularidade por Setores, no Euro Circuito, seguida de uma assistência em Fafe.

Mas a prova tem muito mais atrativos, já que este ano se insere no programa do Estoril Classics Week. Depois da tradicional partida dos Jardins do Casino Estoril rumo à Figueira da Foz, a segunda etapa leva as 87 equipas em competição no rally a Braga, junto à Câmara Municipal.

Ao terceiro dia, o pelotão passa por Lamego para mais uma especial na Rampa da Nossa Senhora dos Remédios e termina com o Controlo Horário junto à Câmara Municipal de Viseu. Sexta-feira é dia de as equipas rumarem aos Jardins do Casino Estoril, onde chegam de madrugada, depois de várias classificativas como a Rampa de Montalto, o Kartódromo dos Milagres e a noite de Sintra, sempre repleta de milhares de fãs. A prova termina no sábado, dia 6, com outra estreia: o regresso do Slalom do Autódromo do Estoril ao Rally de Portugal, etapa marcante nas edições dos anos 70 e 80.

Na edição de 2018 participam 87 equipas de 13 nacionalidades com carros fabricados entre 1946 e 1985. Cumprem quase dois mil quilómetros, 600 dos quais em regularidade, organizados em quatro etapas com mais de 40 especiais e que atravessam 78 concelhos do País.

Programa:
1 de outubro:
Verificações administrativas no Hotel Palácio no Estoril
2 de outubro:
Verificações técnicas no Circuito do Estoril
Arranque da Prova nos Jardins do Casino do Estoril (13h30)
Chegada à Figueira da Foz à Avenida 25 de Abril (19h30)
3 de outubro:
Partida da Figueira da Foz (08h00)
Circuito de Lousada (15h15)
Serviço de Assistência em Fafe (17h15)
Chegada a Braga à Camara Municipal (18h45)
4 de outubro:
Partida de Braga da Camara Municipal (08h00)
Chegada a Viseu à Camara Municipal (19h05)
Flexi Service junto ao Hotel Montebelo (22h30)
5 de outubro:
Partida de Viseu do Hotel Montebelo (08h00)
Regularidade por Sectores no kartodromo de Leira (19h15)
Dupla passagem pela Lagoa Azul / Peninha (23h55)
6 de outubro:
Chegada aos Jardins do Casino do Estoril (01h50)
Slalom no Circuito do Estoril (10h10 às 12h40)
Exibição Slalom no Circuito do Estoril (15h05 às 15h35)
Distribuição de Prémios no Casino do Estoril (20h00)