faceralis

 

usados

Eventos

pampilhosaplaca18Inscritos Rali Pampilhosa da Serra.

 

 

 

 

 

 

 

 

pampilhosainsc18

extremeÉ já no próximo sábado que as antigas instalações da Lisnave em Almada se vão encher de milhares de espectadores, que aí vão rumar para assistirem à primeira edição da Almada Extreme Sprint mais uma competição organizada pelo Clube de Motorismo de Setúbal e que conta desde a primeira hora com total apoio da Câmara Municipal de Almada.

Mostrando uma enorme vitalidade e uma vontade de dinamizar de novo o desporto motorizado na região de Lisboa, o CMS menos de um mês depois de ter colocado de pé a Rampa da Arrábida, vai agora organizar pela primeira vez a Almada Extreme Sprint, mais uma vez nos moldes sprint e regularidade.

Uma prova que se vai realizar nos antigos estaleiros da Lisnave e que tem tudo para ser um enorme sucesso, esperando-se uma verdadeira enchente de público, que para além do espectáculo que vai ser dado pelos concorrentes, terá igualmente a oportunidade de aplaudir um filho da terra e padrinho do evento, Rui Madeira, que irá percorrer por diversas vezes o percurso acompanhado por alguns convidados.
A competição, apoiada diretamente pela Câmara Municipal de Almada, desenrola-se ao longo de cerca de 2.8 kms desenhados dentro da antiga Lisnave, com passagem pelo interior de três pavilhões. Será um traçado exigente, mas simultaneamente "radical" aquele que se oferece aos pilotos que o irão percorrer por diversas vezes.

Os concorrentes da categoria Sprint terão uma passagem de reconhecimento feita em velocidade reduzida, uma outra de treinos e duas de prova.

Já os homens da regularidade irão ter uma passagem de reconhecimentos e três de prova, sendo que a primeira dessas três servirá para marcar o tempo de referência que tentarão depois aproximar ao máximo. De notar, no entanto, que em nenhuma ocasião os pilotos da regularidade poderão ultrapassar os 60km/h de média.

É verdade que Rui Madeira não irá estar presente a nível oficial – o piloto de Almada fará diversos co-drives com convidados, durante o sábado - mas olhando para a lista de inscritos o espectáculo e a emoção estão garantidos. Pedro Leal e Carlos Fernandes em Mitsubishi, Pedro Leone em Ford Escort Cosworth e Daniel Nunes em Peugeot prometem luta pela vitória e grande espectáculo para o público, que terá ainda oportunidade de ver Rui Bevilacqua com o Datsun 1800 SSS, o Talbot Sunbeam de Carlos Eduardo Augusto, ou o Ford Escort RS de Gonçalo Figueiroa, num total de 30 pilotos inscritos.

Deitando um olhar sobre os pilotos da Regularidade o maior destaque terá de ir para Nuno Veiga, que chega a Almada embalado pela vitória um pouco mais a sul, na Arrábida. À procura da desforra vão estar os outros pilotos que terminaram a última prova organizada pelo CMS no pódio, João Sarmento e Rui Viana, um de Peugeot e outro de Porsche.

Mas nesta categoria o equilíbrio é de tal forma evidente que as surpresas podem surgir a qualquer momento, numa lista que conta com 31 pilotos e carros tão diferentes como um Mazda MX-5 ou um Volvo 144S.

O espectáculo promete e seguramente que vão ser aos milhares aqueles que vão acorrer a Almada. A prova começa às 8h30 e termina apenas às 18h.

O público poderá optar por duas formas de entrar no recinto. Uma pelo lado do Rio Tejo - que tem ao dispor uma enorme zona de estacionamento - e outra utilizando o antigo portão da Lisnave, sendo certo que quem não quiser levar o carro pode sempre optar pelo metro de superfície de Almada ou os autocarros da TST. Quem, pelo contrário, vier da margem norte do Tejo pode escolher fazer a travessia nos Transportes Sul do Tejo, pois ficará, bem perto da ação, quando desembarcar em Cacilhas.

Haverá ainda zonas de restauração, espalhadas por todo o percurso pelo que motivos não faltam para vir assistir à primeira edição da Almada Extreme Sprint.

Um aviso especial aos espectadores: Tenham cuidado com o que pisam – é uma zona industrial degradada, com muitas armadilhas e perigos – e nunca forcem ou ultrapassem as barreiras de proteção. Obedeçam às indicações dos nossos comissários e das forças de segurança e... vamos todos desfrutar da "nossa" Almada Extreme Sprint!

eurocidadeO Rali Eurocidade, é uma prova regional, extra competição, que se realzia no dia 13 de outubro, na região de Valença e Cerveira.

Esta será a primeira prova de rali organizada pelo Parallel Velocity Club (parallelvelocity-club.pt), com sede na Maia, e que foi recém constituído.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

eurocidadetrocos copy

eurocidademapa18

motorshowInscritos Motorshow 2018.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

inscritosmotorshow

motorshowO MotorShow Autoclássico Porto assinala, este ano, a sua 16ª edição. Para comemorar a rigor, o evento volta a oferecer, durante três dias, um programa de luxo aos adeptos do automobilismo, mas também a todos os que privilegiam as emoções fortes e a adrenalina. Ari Vatanen, ex-Campeão do Mundo de Ralis, será a estrela mais cintilante, mas entre automóveis de competição, clássicos, exposições e exibições, há muito para ver, ouvir e sentir na Exponor...

Uma parceria de sucesso! É assim, o Motorshow Autoclássico Porto 2018, onde várias gerações têm encontro marcado para viver uma paixão comum: os automóveis! De um lado, o Motorshow, um dos mais espetaculares e simbólicos eventos ibéricos do desporto automóvel. Do outro, o Autoclássico, verdadeira montra de luxo de automóveis clássicos, numa saudável e bem articulada harmonia, que promete encher a Exponor, de público, aficionado e conhecedor.

No Motorshow, o destaque principal vai para um nome que (quase) dispensa apresentações: Ari Vatanen. O piloto finlandês, Campeão do Mundo de Ralis em 1981 e vencedor em quatro ocasiões do mítico Rally Dakar, é o convidado de honra da edição deste ano, trazendo com ele muitas memórias aos seus indefetíveis fãs. Com carreira ímpar no desporto motorizado (mas também na política, onde chegou a ser Deputado Europeu), Vatanen pilotou carros icónicos, como o Ford Escort RS 1800 ou os Peugeot 205 e 405 T16, tendo representado, oficialmente, diversas equipas oficiais de construtores automóveis.

Para brindar os muitos milhares de fãs que são esperados ao longo do fim de semana, o finlandês irá apelar à nostalgia, tendo programadas diversas exibições ao volante de um Ford Escort MK II, igual àquele que lhe deu o título mundial e que conhece como ninguém. Um cenário de festa em que os fãs poderão privar de perto com o mítico piloto, em sessões de autógrafos ao longo dos três dias e habilitar-se a co-drives, guardando uma recordação para não mais esquecerem.

Para Vatanen, o regresso a Portugal significa "duas excelentes notícias: por um lado volto a um país que gosto muito e onde tenho excelentes recordações e, por outro, regresso ao volante de um carro que sempre me dirá muito e que marcou o início da minha carreira!". Com esta presença, o finlandês passa a ser o mais recente nome histórico dos ralis a integrar a lista de ilustres que marcaram presença no MotorShow Autoclássico Porto, como Markku Alen, Didier Auriol, Stig Blomqvist, Miki Biasion, Juha Kankkunen ou Hannu Mikkola.

Mas o Motorshow também terá muita vida para além de Vatanen. A competição, propriamente dita, estará igualmente em destaque, com a realização do "Troféu Piloto Motorshow", que ocupará muito do protagonismo durante o fim de semana, ao chamar a si grande parte das atenções, ou não fosse o momento em que pilotos, nacionais e estrangeiros, lutam ao cronómetro pelo título de piloto da edição de 2018.

Serão vários os campeões nacionais de várias disciplinas (Ralis, Velocidade, Off Road, Drift e Perícias/Slalom) com presença assegurada. Entre eles, destaque para Mário Barbosa, o piloto que compete no Campeonato Europeu de Ralicross e que irá tentar impor-se pelo quarto ano consecutivo, desequilibrando para o seu lado o recorde de vitórias nesta competição. Um enorme desafio que tem pela frente, até porque, em pista, vão estar mais de meia 60 pilotos dispostos a dar o seu melhor.

No evento organizado da Xikane, este ano a maior novidade é mesmo o novo e inédito traçado onde a competição se irá desenrolar. Pela primeira vez, a pista é integralmente desenhada no exterior da Exponor, na zona que habitualmente serve de palco ao Parque de Assistência do Rali de Portugal. Um formato mais aberto, que irá permitir aos pilotos mostrarem os seus dotes de pilotagem, num ambiente caloroso e vibrante, rodeado de público, e em que as velocidades, pelas características da pista, vão ser mais entusiasmantes que nunca.

A competição, que decorre ao longo de três dias, será constituída por quatro sessões de qualificação, que apuram os 25 pilotos mais rápidos. Seguem-se duas finais que apuram 17 pilotos e uma Super Final a que ninguém quer faltar. Esta será disputada numa única manga e irá consagrar o melhor entre os melhores no "Troféu Piloto Motorshow" da 16ª edição do MotorShow AutoClássico Porto 2018.

Mas nem só de competição vive o MotorShow Autoclássico Porto 2018. Na vertente da exposição e comercialização de veículos clássicos, de duas e quatro rodas, o público tem 300 expositores à sua espera, com modelos para todos os gostos e carteiras e que muito dinamizam o Autoclássico. Os 70 anos da Porsche, da Honda e do Citroën 2 Cv, os 80 da Volkswagen ou os 115 da Harley Davidson são algumas das muitas efemérides que se assinalam neste evento e que farão as delícias dos milhares de espectadores que são esperados na Exponor.

Um fim de semana com um programa memorável, ao qual se juntam, ainda, diversas concentrações, como a do Porsche Club Portugal ou a do AutoClássico Targa Clube, e onde não faltarão também show'se exibições paralelas, como o de Paulo Martinho, o pioneiro do Free Style em Portugal.

O Motorshow Autoclássico Porto 2018 abre as portas no feriado de 5 de outubro (a partir das 10h00 e até às 21h00), prolongando-se depois para sábado (das 10h00 às 21h00) e encerrando no domingo, às 20h00.