faceralis

 

banner728x90pixels - NOVA DATA

Mundial

Edit

Amount of short articles:

Amount of articles links:

You can order sections with dragging on list bellow:

  • Mundial
Guardar
Cancelar
Reset

ERC

Llarena voou para a vitó

Image - Llarena voou para a vitó

Apesar de ter dominado praticamente todo o rali, Ricardo Moura não conseguiu responder ao ímpeto fin

Domingo, 27 Março 2022 Comente

Eventos

Campos comanda Toyota Ra

Image - Campos comanda Toyota Ra

Depois dos Açores, a segunda prova do Toyota Gazoo Racing Iberian Cup teve como palco o Rally Terra

Domingo, 8 Maio 2022 Comente

Nacional

Fotos Rallye Südliche We

Image - Fotos Rallye Südliche We

Fotos: MARC HILGER (Proíbida a reprodução de fotos sem indicação da fonte)Evento: Rallye Südliche We

Segunda, 26 Fevereiro 2018 Comente

WRC

Troços e horários Rally

Image - Troços e horários Rally

Troços e horários Rali de Portugal 2022, prova do Campeonato do Mundo de Ralis e Campeonato de Portu

Sábado, 14 Maio 2022 Comente

Mundial

ralideportugallogo22Troços e horários Rali de Portugal 2022, prova do Campeonato do Mundo de Ralis e Campeonato de Portugal de Ralis que se realiza de 19 a 22 de maio de 2022.

 k111ADQUIRE
ANUÁRIO RALIS ONLINE 2022

 

 

 

 

 

 

portugalhorarios22

AudiQuattroO maior encontro de sempre de Campeões do Mundo de Ralis FIA terá lugar na próxima semana, em Portugal, para celebrar o meio século do Campeonato do Mundo FIA de Ralis, num verdadeiro festival de estrelas.

Pilotos com títulos, e muitos navegadores e diretores de equipa honrarão a 50ª edição do WRC (Campeonato do Mundo de Ralis FIA), em Matosinhos, durante os cinco dias de celebrações que terão lugar na quarta ronda da competição, o Vodafone Rally de Portugal (19 a 22 de maio).

Um conjunto de carros históricos estará em exibição no Parque de Assistência, na Exponor, com os fãs a terem também uma rara oportunidade de ver muitos deles em demonstrações nas super especiais, ao longo dos quatro dias do rali.

Presentes na efeméride estarão Campeões do Mundo como Sébastien Loeb, Sébastien Ogier, Walter Röhrl, Ari Vatanen, Miki Biasion, Carlos Sainz, Marcus Grönholm, Petter Solberg e Ott Tänak, que, entre eles, acumulam 28 títulos.

O vice-presidente da FIA para o desporto Robert Reid, Luis Moya, Christian Geistdörfer, Tiziano Siviero, Timo Rautiainen, Derek Ringer, David Richards e Martin Järveoja estão entre os co-pilotos que marcarão igualmente presença.

A lista é reforçada pelas vencedoras da WRC Ladies' Cup, Louise-Aitken-Walker e Isolde Holderied, bem como pelas suas co-piloto Tina Thörner, e Christine Driano. Michèle Mouton e Fabrizia Pons, a única dupla feminina a ganhar uma prova do WRC, estará igualmente presente.

Outros convidados incluem o presidente da FIA Mohammed Ben Sulayem, o director-geral do WRC Promotor Jona Siebel e o presidente do Automóvel Club de Portugal, organizador do Vodafone Rally de Portugal, Carlos Barbosa.

Cerca de 30 carros clássicos irão representar a história da WRC. Entre eles, destaque para o A110, o modelo que ganhou o primeiro rali do WRC (Rallye Monte-Carlo), com Jean-Claude Andruet.

Igualmente presentes estarão também os "monstros" do Grupo B, onde se incluem o Audi Quattro S1, A1 e A2, um Lancia Delta S4 e um Peugeot 205T16. Para serem apreciados, outros carros também emblemáticos como o caso de um Lancia Stratos, um Ford Escort RS1800 e um Opel Ascona 400, a que se juntarão os mais recentes Toyota Corolla e Hyundai i20. Muitas destas preciosidades serão cedidas pelo Slowly Sideways Group, a organização encabeçada pelo fotógrafo do WRC, Reinhard Klein.

O WRC foi lançado em 1973 e, desde então, já visitou 35 países. Portugal foi anfitrião logo na temporada inaugural, com o evento português deste ano a marcar a 619ª ronda do campeonato.

As celebrações iniciam-se com um jantar de gala no Parque de Assistência, na quarta-feira, 18 de maio, onde se esperam mais de 200 personalidades do WRC.

Na quinta-feira à tarde, os carros históricos estarão em exibição na partida do rali, na cidade de Coimbra, com alguns deles a participarem em demonstrações dinâmicas na Super Especial "Coimbra". Outras exibições e desfiles estão agendados para Lousada, sexta-feira ao final da tarde, e também para a super-especial "Porto-Foz", sábado também ao final da tarde.

Röhrl vai liderar uma caravana na classificativa de Fafe, no domingo, entre as duas passagens do rali. Recorde-se que Fafe agraciou o Rally de Portugal em 1973 e o salto Pedra Sentada está, até hoje, entre as imagens mais populares do campeonato.

A celebração da efeméride dos 50 anos do WRC é organizada pelo WRC Promoter, detentor dos direitos comerciais do campeonato, e pela FIA, o órgão dirigente do desporto automóvel mundial.

"Toda a gente tem as suas memórias das emoções do WRC e esta é uma oportunidade única e maravilhosa para aqueles que têm ajudado a tornar o campeonato tão especial", disse Jona Siebel, diretor-executivo do WRC Promoter.

"A lista de históricos do WRC que vai a Portugal, tanto humanos como mecânicos, é de 'deixar água na boca' e recorda-nos que temos um desporto maravilhoso, em que temos a grande sorte de estar envolvidos".

"Mas isto também é para os fãs. A visualização e o som dos grandes carros de ontem, guiados nos troços, evocarão memórias de arrepiar para quem vai ter a oportunidade de os ver na estrada."

Mohammed Ben Sulayem, presidente da FIA, referiu: "Desde a época inaugural, em 1973, o Campeonato Mundial de Ralis FIA tem proporcionado uma ação espetacular para as audiências globais. Tem apresentado os carros mais icónicos, locais históricos e pilotos e co-pilotos lendários, que têm assegurado um lugar especial na história do desporto motorizado."

"A FIA tem impulsionado continuamente a evolução no sentido desportivo e técnico: este ano não é exceção, com o WRC a introduzir a tecnologia híbrida, o combustível sustentável e medidas de segurança avançadas".

"Quando o campeonato entra no seu 50º ano, é tempo de refletir sobre os feitos notáveis, celebrar os campeões do passado e do presente e olhar em frente para um futuro brilhante. Aguardo com expectativa as próximas festividades no Rally de Portugal, onde as lendas se reunirão."

CAMPOSDepois dos Açores, a segunda prova do Toyota Gazoo Racing Iberian Cup teve como palco o Rally Terra de Auga, após o qual Miguel Campos / Nuno Rodrigues da Silva se mantiveram como líderes da competição.

Apontados como favoritos à vitória na segunda prova do Toyota Gazoo Racing Iberian Cup, depois da excelente vitória no Rallye dos Açores, Miguel Campos / Nuno Rodrigues da Silva, terminaram no quarto lugar o Rally Terra de Auga, depois de enfrentarem muitos problemas de embraiagem no Toyota Yaris GR, desde o Shakedown até ao final prova.

"Logo no Shakedown ficamos sem embraiagem e já tivemos muita dificuldade em levar o carro até à assistência. Depois de sangrada a embraiagem, pensávamos que no primeiro troço o problema estaria resolvido, mas a verdade é que voltamos a ter muitas dificuldades", refere Miguel Campos, explicando que "pensamos em abandonar a prova, mas juntamente com a Inside Motor decidimos continuar, mesmo com muitas dificuldades em trocar de caixa e a arrancar para os troços".

Mas a prova de Miguel Campos teve ainda outros contratempos, com o piloto a referir que "a juntar à embraiagem, o nosso Yaris voltou a ter problemas de diferencial, que aconteceu também com outros carros do Troféu e que a organização do mesmo deveria já ter resolvido. Algo devia ser feito para que tal não suceda novamente, até porque do ponto de vista mecânico o carro tem revelado uma boa fiabilidade".

A verdade é que estes problemas afetaram imenso a prestação de Miguel Campos, não permitindo que pudesse lutar pela vitória como pretendia, não lhe permitindo melhor que um 4º lugar final no Toyota Gazoo Racing Iberian Cup neste rali. "Foi o resultado possível e deve-se à enorme resiliência que toda a equipa demonstrou para que pudéssemos chegar ao final da prova. Mesmo assim, continuamos a liderar o Toyota Gazoo Racing Iberian Cup, após as duas primeiras provas, o que não deixa de estar de acordo com os nossos objetivos para esta temporada. Quero também agradecer o trabalho desenvolvido pela Inside Motor".

A próxima prova do Toyota Gazoo Racing Iberian Cup é o Vodafone Rally de Portugal, também disputado em pisos de terra, que se realiza dias 19 e 22 de maio, sendo que este troféu realiza apenas a primeira etapa.

Classificação final Rally Terra de Auga:
http://teamrepauto.com/TiemposOnline/TiemposPhp/resultados/verTotal.php?prueba=2057&tramo=8&idClase=&idTipoCoche=97&final=1

Classificação Toyota Gazoo Racing Iberian Cup:
1º Miguel Campos - 38 pontos
2º Ricardo Costa - 35 pontos
3º Fran Cima - 28 pontos
4º Daniel Berdomás - 22 Pontos
5º Sergi Francolí – 22 pontos

toyotaCom o terreno completamente seco e num dia atípico na Galiza, as etapas rápidas do Rali Terra da Auga demonstraram mais uma vez a eficiência do Toyota GR Yaris RZ Cup.

Tal como no Rali dos Açores, os tempos fixados pelos pilotos têm chamado a atenção, colocando o GR Yaris como uma das melhores opções para os pilotos.

Assim, Sergi Francolí e Dani Berdomás terminaram o teste no top 10, à frente de veículos com desempenho superior. A isto devemos acrescentar que todos os participantes desta segunda ronda da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup terminaram a prova.

O Rali da Terra da Auga, a segunda prova de pontuação da temporada e a primeira em Espanha da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup, veio reafirmar o sucesso do Rali dos Açores. O rali começou com três novas equipas na lista de inscritos e clima de verão, com Dani Berdomás a mostrar-se o piloto mais rápido, seguido de um dos estreantes, Sergi Francolí, que se adaptou perfeitamente ao Toyota GR Yaris RZ, apesar de ser a primeira vez que correu com ele.

Pequenos imprevistos levaram Miguel Campos, líder da prova após a vitória nos Açores, para longe das primeiras posições. Dessa forma, o piloto português adotou uma postura mais conservadora, de forma a somar o maior número de pontos possível para a classificação geral.

Um furo e um pião de Dani Berdomás na última etapa da manhã de sábado levaram Sergi Francolí, com o seu primeiro melhor tempo na TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup, a subir à primeira posição. Ainda assim, o galego Berdomás saiu para a segunda secção com a intenção de recuperar o tempo, algo que conseguiu na quarta etapa do dia, deixando a diferença em apenas 1,8 segundos face ao catalão.

O sexto e último troço do dia, com pouco mais de 14 quilómetros, ficaria encarregado de decidir quem subiria ao topo, privilégio que finalmente caiu nas mãos de Sergi Francolí, em parte devido a um revés sofrido por Dani Berdomás.

O terceiro lugar esteve sempre nas mãos do piloto português Ricardo Costa, que tem sido muito rápido e consistente ao longo das 6 etapas disputadas. Este novo pódio o mantém como segundo no campeonato.

Miguel Campos terminou finalmente na quarta posição, enquanto Fran Cima, que sofreu uma pancada na roda dianteira direita na primeira secção, terminou em quinto.

A grande afluência de público em cada uma das especiais cronometradas do Rali Terra da Auga veio demonstrar, mais uma vez, o interesse que existe por esta especialidade em terras galegas.

A próxima jornada da TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup realiza-se nos dias 20 e 21 de maio, coincidindo com a visita do Campeonato do Mundo de Ralis —Campeonato Mundial de Ralis (WRC)— a Portugal.